fantasycats.jpg
conde cat.jpg

Este gatinho foi inspirado no Conde Drácula.

O personagem Drácula foi apresentado ao mundo no romance de mesmo nome, escrito por Bram Stoker e publicado pela primeira vez em 1897, na Inglaterra. Na história deste livro, o Conde, que seria uma versão amaldiçoada de Vlad, o impalador (figura histórica que existiu), viaja para a Inglaterra em busca de vítimas. O livro é contado através principalmente de cartas escritas pelos personagens.

Um terror gótico que já foi adaptado diversas vezes para cinema, teatro, quadrinhos, jogos. Influencia obras e autores até hoje.

É o romance vampiresco (um gênero próprio dentro da fantasia) mais importante.

mummycat.jpg

Um gatinho enrolado baseado em uma cultura millenar.

No Egito, pessoas de posição social elevada eram mumificados. Retiravam os órgãos, desidratavam o corpo com sal e enchiam-no com ervas e textos sagrados. Depois, enfaixavam com linho e colocavam em sarcófagos. No início do século XX, várias dessas sepulturas foram encontradas e deu início a várias lendas e inspirou histórias.

Uma dessas histórias foi o filme "A múmia", de 1932, estrelado por Boris Karloff. Ele interpreta Imhotep, que, amaldiçoado na antiguidade, desperta nos tempos atuais e precisa ser impedido de espalhar o terror no mundo.

Vários outros filmes foram feitos inspirados pelas múmias egípcias.

catzilla.jpg

O gatinho que pisaria em Tóquio.

Este gatinho foi inspirado por Godzilla, que é o nome dado aqui no ocidente para o personagem Gojira, que destruiu o Japão pela primeira vez em 1954.

No filme, um monstro emergia do mar, mudado pela radioatividade das bombas atômicas lançadas sobre o Japão durante a segunda guerra mundial.

Algumas vezes mostrado como vilão, outras como herói, Godzilla (ou Gojira) estrela vários filmes.

Há várias adaptações feitas nos EUA, como desenhos animados, quadrinhos e até alguns filmes.

Mas nenhum deles tem o charme da roupa de borracha 

mermaicat.jpg