Buscar
  • walter tierno

Cidade Invisível

Assisti à Cidade Invisível. Gostei. Tanto que deu para assistir a tudo de uma vez. Claro que facilita cada episódio ser mais curto (uma média de 35 minutos). Isso também ajuda a trama, já que os roteiristas não tiveram espaço pra encher linguiça. Os ganchos entre um e outro episódio são ótimos e fiquei com gostinho de quero mais no final da temporada.

Se tem coisas de que não gostei, não vale levantar aqui, porque o saldo é positivo e quem fica buscando defeito sofre de falta de amor.

Espero, embora não acredite muito, que essa inciativa da Netflix mostre que produzir e consumir produtos culturais/artísticos que usam nosso folclore vale a pena, sim.

Cira e o Velho, meu livro que usa folclore e história brasileira para contar uma aventura, foi lançado a primeira vez em 2010. A segunda edição, dez anos depois. Espero que você se anime a conhecê-lo. Assim como o trabalho de tantos artistas e escritores que trabalham com nossa cultura e nosso folclore.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Posições

Não é segredo minha opinião sobre Boslonaro e sua família. Nunca escondi meu desapontamento que vem desde que seu nome começou a crescer nas pesquisas eleitorais. E esse descontentamento não é com ele

Redes

Quem acompanha meus perfis nas redes sociais, em especial o Facebook, vai notar algo peculiar. Apaguei meus posts críticos, com exceção de cartuns e ilustrações, e tudo que publiquei antes de 2019. T

Ele mente as pessoas acreditam

Vou contar uma historinha pra vocês. Meu irmão estava em uma loja no centro de São Paulo, vendo armas de pressão. Dessas que atiram uma bolinha metálica. Na mesma loja, vendem armas de verdade. Enquan

  • facebook
  • insta
  • Branca Ícone LinkedIn