Buscar
  • walter tierno

Olhe para cima, para a realidade

Talvez o que mais incomode em "não olhe para cima", que estreou na Netflix, não seja a tal qualidade do filme. Particularmente, gostei. Com uma mistura de riso nervoso e horror. O mesmo tipo de horror que sinto ao ver as notícias do lado de cá da realidade, onde o que nos ameaça é um vírus, não um meteoro. A resposta da sociedade não foi parecida? Aqui mesmo no Brasil, o ministro da saúde — um médico! — não quantificou publicamente que mais de 2000 mil mortes de crianças não eram suficientes para justificar a compra e distribuição de uma vacina já aprovada pela Anvisa? O problema do filme talvez seja o fato de que a caricatura proposta esteja satirizando uma realidade que é tão absurda, mas tão absurda, que deixou de ser sátira e virou retrato. Daí a falta de graça.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Até onde sei, o termo macumba, além de nome de um instrumento musical (e da árvore de cuja madeira ele era produzido) é um termo PEJORATIVO para qualquer manifestação religiosa de origem africana. Ess